O que é libido e porque é importante para o seu relacionamento

Você já ouviu falar na palavra libido?

Você já ouviu falar na palavra libido?

Ela significa o desejo sexual natural que nós sentimos, seja por pessoas, momentos, ou simplesmente por ser um ser humano.

É graças à libido que as pessoas sentem vontade de fazer sexo e aproveitam cada segundo da relação, seja ela um relacionamento sério ou algo casual.

Mas, infelizmente, algumas pessoas passam por muitas dificuldades na hora de sentir a libido, e isso pode acontecer por inúmeros motivos, como problemas psicológicos, estresse, ou ainda pelo uso da pílula anticoncepcional, no caso das mulheres.

A partir do momento em que a libido não é sentida, as relações já existentes de namoro ou casamento começam a desandar.

A libido é de extrema importância para o relacionamento a dois, pois é com ela que sentimos vontade de estar com nosso parceiro ou parceira, aproveitando momentos íntimos juntos.

Quando isso não existe, ou existe apenas de um dos lados, fica a cada dia mais complicado conviver ao lado da pessoa amada.

O que acontece?

Segundo estudos realizados por psicólogos especialistas no assunto, a felicidade no sexo afeta o relacionamento de forma benéfica, não só pelos efeitos que traz na mente durante a relação, mas também por criar uma conexão positiva com o parceiro.

De acordo com uma pesquisa recente, 15% dos homens e 34% das mulheres dizem que não se interessam por sexo, problema que acaba levando muitas pessoas ao tratamento com terapia de casal.

Quando uma pessoa sente mais atração do que a outra, sente mais libido, é extremamente fácil para que ela se sinta rejeitada por não ser correspondida da forma que queria ou deveria.

Esse sentimento de rejeição acaba causando sentimentos de pressão, culpa e ansiedade.

Um dos grandes motivos, segundo os médicos, para que uma pessoa comece a sentir os efeitos da falta da libido é a saúde mental. Ou seja, se a cabeça não está boa, seja por depressão, ansiedade ou problemas que acontecem no dia a dia e na vida de qualquer pessoa, isso é refletido para a questão sexual.

Homens e mulheres sentem os efeitos da falta de libido de formas diferentes: enquanto os homens acabam evitando fazer sexo com sua parceira ou parceiro com medo de apresentar problemas de performance, ejaculação precoce ou ereção, as mulheres são atingidas por problemas hormonais, que costumam acontecer com o uso de métodos anticoncepcionais.

Às vezes, a falta de libido é um problema que pode acontecer com outros fatores diferentes, como o alto interesse em pornografia, o começo de um sentimento de tédio em relação a como a prática sexual vem acontecendo, além do conforto que a monogamia traz e, inclusive, com a chegada de filhos na família.

Conheça alguns sintomas causados pela falta da libido

Cansaço: Se você percebeu que não sente mais vontade de fazer sexo com o seu parceiro ou parceira, nem com nenhuma pessoa com quem tem um relacionamento, tente entender o seu corpo e descobrir se você também está sentindo sintomas de cansaço.

Quando nos sentimos exaustos, não temos forças para executar nem as tarefas básicas do dia a dia, quem dirá, então, fazer sexo. O cansaço pode ser identificado no corpo desde exaustão física até a mental;

Tristeza e sintomas de depressão: Outra dica para tentar entender o motivo da sua falta de libido é descobrir se você está se sentindo muito triste com as coisas da vida, com o que vem acontecendo com ela, ou ainda se está com sintomas de depressão.

Vale lembrar que estar triste o tempo todo não é uma característica da doença, até mesmo as pessoas que mais aparentam estar felizes sofrem dela.

Busque um psiquiatra e/ou um psicólogo para descobrir se isso está acontecendo com você. Uma vez diagnosticada a condição, o tratamento será mais eficaz para não só trazer a sua libido de volta, quanto também para todos os aspectos da sua vida;

Hormônios alterados: É bastante comum que mulheres sofram de falta de libido por causa dos hormônios, que podem ser alterados devido ao uso da pílula anticoncepcional ou, simplesmente, por causa da menopausa.

Então, se você faz o uso de métodos anticoncepcionais hormonais ou está em uma idade perto da menopausa, é ideal procurar um médico especializado para fazer o diagnóstico e o tratamento correto.

O que fazer?

Quando uma pessoa começa a sentir que está sofrendo com a falta de libido, é preciso aceitar e entender que é um problema comum, que pode acontecer com qualquer um, e que pode ser melhorado.

Negar e ficar bravo por estar nessa situação, de fato, não vai ajudar em nada.

Caso o seu parceiro ou parceira seja a pessoa que você suspeita estar passando pela falta de libido, seja atencioso, mostre-se preocupado, que entende e que, principalmente, está disposto a ajudar.

Lembre-se que não é vergonha nenhuma se sentir assim e fale isso para ela.

Quando for questionar, não use argumentos como "você não se sente mais atraído por mim?", "estou frustrado que não fazemos sexo" ou ainda "qual é o seu problema?", pois isso só faz a pessoa sentir vergonha de estar nessa condição e então ficar irritada.

Compreensão é tudo neste momento, e como parceiro dessa pessoa o seu dever é estar do lado e apoiar. Em vez de usar esses argumentos, mostre-se aberto para conversa e feche as portas das críticas.

Outra solução é não forçar a prática sexual e não tocar no assunto sobre a falta de sexo no relacionamento que você está vivendo.

Deixe um pouco o sexo de lado e foque em carinhos que não necessariamente levaria à preliminares e, depois, ao ato em si.

Em terapias de casal, psicólogos gostam de pedir para que os casais permaneçam juntos em um mesmo ambiente por um determinado período de tempo, algumas vezes por semanas.

Muitas vezes, somente um ato de lazer, como assistir a um filme, jogar videogame, entre outras coisas que não envolvam sexo, pode ajudar a aumentar a confiança entre o casal e relembrar o motivo de estarem juntos, trazendo a libido de volta.

Este momento deve ser de conexão mental entre o casal, mas não significa que o sexo é proibido neste momento. Se mesmo assim ficou difícil para deixar o sexo de lado, não há problema em tentar alguma recreação mais sexual.

Algumas pessoas podem escolher fazer massagens um no outro, ler contos eróticos, compartilhar fantasias e muitas outras conversas picantes. Teste e descubra qual a melhor solução para você!

Não tenha vergonha

Não custa reforçar que você não precisa ter vergonha de sofrer da falta de libido. A condição é um problema que pode chegar para todo mundo, até para quem sempre foi sexualmente ativo.

É claro que existem alguns fatores externos, como problemas no trabalho e estresse, que podem causar o problema, mas também alguns motivos internos, como a alteração hormonal.

Para que isso não afete o relacionamento com o seu parceiro ou parceira, é preciso investigar com calma o que está acontecendo, ter uma boa conversa com quem você namora ou está casado e buscar o tratamento adequado.

O que achou do conteúdo?

Top conteúdos da semana:

Quer receber dicas para apimentar a relação?

Mica

A mascote do blog Química Perfeita, adora compartilhar conteúdos sobre relacionamento e sexualidade entre casais.

Deixe um comentário :)